sábado, 16 de julho de 2011

Diga aí, Cabral!

Não sei se vcs já sabem, mas ta rolando um papo na net de que o Cabral era amante da Fernanda Kfuri, que morreu no acidente junto com seu filho de 2 anos. Ela era irmã da Jordana Kfuri Cavendish, mulher do dono da Delta, Fernando Cavendish. A Adriana, mulher do Cabral, soube há uns 3 meses e pediu a separação. Ele saiu de casa. Mas parece q após o acidente voltou só de fachada, para não aumentar o escandalo. Seu luto e dispensa do governo até dia 26/6 não era apenas pela morte da namorada do filho, mas pela morte da própria namorada. Ele estava apaixonadíssimo! Estava tudo em casa. Fernando Cavendish, um mal caráter no meio da engenharia, apresentou sua cunhada ao Governador, ele se apaixonou e fica tudo em casa! Bem.. É o que dizem...

Leia o artigo com atenção no que grifei e vc vai entender. O negócio está mt feio para o lado dele e do Fernando Cavendish. Inclusive, in OFF, soube que o Fernando Cavendish já procurou o Nelio Machado, um dos maiores advogados do Rio. Espero que não dê em Pizza, mas com tanto $$$ rolando solto, eles compram todo mundo. É esperar pra ver...




Diga aí, Cabral!

"Governador Sérgio Cabral: minha solidariedade. Fora a perda de um filho, nada dói mais do que ver um filho sofrer. Tenho um que perdeu a namorada em acidente de carro. E foi ele quem encontrou o corpo.O senhor fez bem em licenciar-se do cargo para ficar ao lado do seu filho. Pezão, o vice, dá conta do recado. É eficiente. Está acostumado.Só não escale Pezão para responder perguntas que apenas ao senhor cabe responder. Não são poucas. E estão na boca das pessoas que ainda se preocupam com as parcerias público-privadas entre políticos, seus amigos e benfeitores.Sou do tempo em que os políticos escondiam amantes, tesoureiros de campanha e empresários do peito.Amantes ainda são mantidas à sombra – embora algumas delas, de um tempo para cá, tenham protagonizado barulhentos escândalos. Outras morrem sem abrir o bico.Tesoureiros? Esses se expõem ao sol sem o menor pudor. São reconhecidos em toda parte. E fingem que abdicaram de cometer antigos pecados. Pois sim! Acredite...Quanto a empresários do peito... Liberou geral.Direto ao ponto: por que o senhor viajou a Porto Seguro, acompanhado de parentes, em jatinho cedido por Eike Batista, dono de muitos negócios que dependem do interesse ou da boa vontade do governo do Rio de Janeiro?Foi o senhor que pediu o jatinho emprestado? Foi Eike quem ofereceu? Se ele ofereceu como soube que o senhor precisava de um? Há vôos comerciais diários para Porto Seguro. Por que não embarcou em um deles pagando do próprio bolso a sua passagem e as de seus familiares? O jato de Eike decolou com o senhor do aeroporto Santos Dumont às 17h da última sexta-feira dia 17. O vôo 3917 da TAM decolou antes – às 10h15. Nele, o senhor teria chegado ao seu destino às 14h16. Não considera indecoroso viajar a custa de um empresário que em 2010 doou para sua campanha R$ 750 mil? Um empresário beneficiado por isenções concedidas por seu governo? Foi por isso que sua assessoria, no primeiro momento, negou que o senhor tivesse voado para Porto Seguro? Foi por isso que o senhor preferiu voltar em um jatinho alugado por seu governo? Se a autoridade máxima de um Estado pede ou aceita favores de empresários não será compreensível que seus secretários também aceitem, igualmente os subsecretários, chefes de gabinetes, chefes de repartições – e assim por diante?Que diferença existe entre um agrado feito com dinheiro e outro com gasolina e conforto? O que o levou a Porto Seguro foi a comemoração de mais um aniversário do empresário Fernando Cavendish, dono da empreiteira Delta Construções, cujos contratos abocanhados para obras durante seu governo valem em torno de R$ 1 bilhão. Somente no ano passado a Delta ganhou 18 contratos – 13 deles sem licitação. Em momento algum o senhor imaginou que não pegaria bem comparecer a um evento promovido por quem tanto lhe deve? Um homem público não deveria saber distinguir entre prestadores de serviços ao Estado e amigos pessoais? A mistura do público com o privado não acabaria por causar sérios danos à sua imagem? Quem acreditará que Cabral, amigo de Cavendish, nada tem a ver com Cabral, governador do Rio e cliente de Cavendish?E onde mesmo seria a festa de aniversário do empresário? No Jacumã Ocean Resort, de propriedade do piloto Marcelo Mattoso de Almeida – um ex-doleiro acusado de fraude cambial há 15 anos. Marcelo foi dono da empresa First Class, acusada de ter cometido crime ambiental na praia do Iguaçu, na Ilha Grande, em Angra dos Reis. Sinto muito, Governador, mas é com esse tipo de gente que o senhor anda? É a esse tipo de gente que o senhor não se constrange em ficar devendo  favores?
Eike Batista disse que cedeu seu jatinho ao senhor com “satisfação” e “orgulho”. E que é livre para selecionar suas amizades. Lembrou-me a rainha  francesa Maria Antonieta, no Palácio de Versalhes, mandando o povo comer brioches às vésperas da revolução que a guilhotinou. Se quiser ser levado a sério, o homem público que deve seu mandato ao povo está proibido de desfrutar do mesmo grau de liberdade. Reflita com calma a respeito, Cabral. E não deixe uma só dessas perguntas sem resposta."

Jornalista Ricardo Noblat

Um comentário:

  1. Aninha mandando ver no questionamento das atitudes mais do que suspeitas do atual governador.
    Cuidado pois pode sofrer represálias, kkkkkkkkkk.
    Não sei se votastes nele, eu não votei, mas falo isso não para me vangloriar, pois no que votei, embora não lembre, kkkkkkkk, não sei se agiria igual ou pior do que este, mas o que fico intrigado é que ele foi eleito com vários votos, mas diante do exposto, não aparece um que assuma que votou nele, pois é claro teriam ou deveriam ter vergonha de assumir tal fato. O que não aceitarei nunca é termos opções para tais cargos, nas eleições, com quesitos do tipo: " ahh, ele rouba, mas faz". Coé.
    O que nos deixa cansados e ao mesmo tempo fortalece nosso pedido á Deus por livramento, é o fato de que atitudes assim sempre existiram e sempre existirão, infelizmente, o que não nos dá o direito de aceitarmos, nunca.
    Acabará o mandato dele e caso ele não tente a reeleição, outro estará em seu lugar e só Deus sabe com quais intenções ou conxavos ou amantes...

    ...Paz pra ti, sempre.

    ResponderExcluir

Loading...